1 de fevereiro de 2012

Até sempre Avó

Porque a vida não são só alegrias, partilho convosco esta oração que me consola nos momentos que estou mais triste e com saudades da minha querida Avó, faz hoje uma semana que "partiu"...
 
Que a oração "Não chores por mim", composta por Santo Agostinho, nos inspire e fortaleça e todos nós que perdemos uma pessoa querida, um amigo ou um familiar.
 
Se me amam filhas, genro, netos, netas, bisnetos, bisnetas, restante família e amigos, não chorem por mim.
Se conhecessem o mistério insondável do céu onde me encontro;
Se pudessem ver e sentir o que eu sinto e vejo nesses horizontes sem fim e nesta luz que tudo alcança e penetra, jamais chorariam por mim.
Eu estou agora absorvida pelo encanto de Deus, pelas suas expressões de infinita beleza.
Em confronto com esta nova vida, as coisas do passado são pequenas e insignificantes.
Conservo todo o meu afeto por vós, com aquela ternura que sempre nos devotamos.
O amor que vos dediquei permanecerá na eternidade, íntegra e forte.
Pensem em mim em plena ALEGRIA DA VIDA, lembrem-me como a vossa BONECA ARTICULADA, pois nesta maravilhosa morada não existe a morte.
Se verdadeiramente me amam, não chorem por mim.
Eu estou em paz.

Que Deus te guarde no Céu, como todos nós te guardamos no Coração.

Este é o poema da nossa Laurindinha.

Enviar um comentário