24 de novembro de 2009

Margarida Rebelo Pinto

Fiquei curiosa em ler este livro - O Dia em que te esqueci de Margarida Rebelo Pinto ao ler este parágrafo.
«Quando amamos alguém, não perdemos só a cabeça, perdemos também o nosso coração. Ele salta para fora do peito e depois, quando volta, já não é o mesmo, é outro, com cicatrizes novas. Às vezes volta maior, se o amor foi feliz, outras, regressa feito numa bola de trapos, é preciso reconstruí-lo com paciência, dedicação e muito amor-próprio. E outras vezes não volta. Fica do outro lado da vida, na vida de quem não quis ficar do nosso lado.»
Enviar um comentário